monitoramento Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Áudios > ZIKA VÍRUS: Nenhum caso foi registrado durante os Jogos Olímpicos 2016
Início do conteúdo da página

ZIKA VÍRUS: Nenhum caso foi registrado durante os Jogos Olímpicos 2016

Publicado: Quinta, 06 de Outubro de 2016, 16h47 | Última atualização em Quinta, 06 de Outubro de 2016, 16h47

Baixar áudio

Tempo de áudio: 1’10’’

REPÓRTER: Antes dos Jogos Olímpicos Rio 2016, a imprensa internacional e até mesmo alguns atletas temiam o zika vírus. Mas, como previsto pelo Ministério da Saúde, a incidência da doença era pouco provável. Foram registrados apenas dois casos suspeitos. Destes, um foi descartado e o outro foi inconclusivo, conforme explica o coordenador de Resposta às Emergências em Saúde Pública do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira.

SONORA: Wanderson de Oliveira, Coordenador de Resposta às Emergências em Saúde Pública.

“Nós sabíamos que teríamos baixíssima incidência de dengue, zika e chikungunya neste período, porque é um período que historicamente como falamos na Assembleia Mundial da Saúde, como a gente mostrou com base em evidências. A nossa vigilância é muito robusta. Nós mostramos que não era um período propício e esses resultados só corroboram com a previsão oficial do Ministério da Saúde”.

REPÓRTER: Também foram registrados três casos suspeitos de dengue, um descartado e dois inconclusivos. Estes resultados confirmaram o êxito do Brasil nas ações de vigilância em Saúde durante o período dos Jogos Olímpicos.

Reportagem, Erika Braz.

Fim do conteúdo da página