monitoramento Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Áudios > SÃO PAULO: Mais de quatro milhões e 300 mil casas do estado já receberam a visita de agentes de combate às endemias no combate ao Aedes Aegypti
Início do conteúdo da página

SÃO PAULO: Mais de quatro milhões e 300 mil casas do estado já receberam a visita de agentes de combate às endemias no combate ao Aedes Aegypti

Publicado: Segunda, 15 de Fevereiro de 2016, 14h13 | Última atualização em Sexta, 01 de Julho de 2016, 13h35


Baixar áudio 

Tempo do áudio – 1min54seg

REPÓRTER: Em São Paulo, mais de quatro milhões e 300 mil casas de 598 municípios do estado já foram visitadas pelas equipes de combate ao Aedes aegypti. Os agentes vão de casa em casa  para orientar a população sobre a importância de identificar e eliminar os criadouros do mosquito. Mas o ministro da Saúde, Marcelo Castro, lembra que a mobilização é um dever de toda a sociedade.

SONORA: ministro da Saúde – Marcelo Castro

“É imprescindível que essa força conjunta, governo e sociedade, unidos, para eliminar os focos do mosquito. E não é muito! Basta que cada família dedique 15 minutos, uma vez por semana para destruir todos os criadouros de mosquito. E é essencial que todos estejam envolvidos nesta ação porque se 99 fizerem e um não fizer, aquele que não fez pode estragar o serviço de todos que fizeram.”

REPÓRTER: O ministro Marcelo Castro lembra ainda algumas ações para evitar a proliferação do mosquito.

SONORA:ministro da Saúde – Marcelo Castro

“É preciso checar os vasinhos de planta, os pneus, as telhas, as vasilhas dos cachorros, os baldes, deixar as caixas d’água e os lixos tampados. É preciso checar todos os lugares que podem acumular água. Não podemos deixar o mosquito nascer.”

REPÓRTER: Apenas no último sábado, durante o dia nacional de mobilização zika zero, mais de dois milhões e 800 mil residências de 428 municípios do país foram visitadas por mais de 220 mil agentes de combate às endemias.Os agentes e militares identificaram, até agora, mais de 844 mil imóveis com focos do mosquito. Para mais informações, acesse o site do Ministério da Saúde. O endereço è: www.saude.gov.br

Reportagem, Victor Maciel

Fim do conteúdo da página